19| Indicadores norteiam decisões importantes no agronegócio

Cepea fornece dados científicos em diversas áreas de atuação

Gerar informações com base científica para que produtores rurais e demais agentes das cadeias produtivas de alimentos, fibras e bioenergia, bem como formuladores de políticas públicas, possam tomar decisões importantes para os negócios e que contribuam para o bem-estar de toda a sociedade. Essa é a missão do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), que elabora indicadores diários de preços de produtos, insumos e de serviços (como frete), procurando refletir com precisão o movimento do mercado.

Oficializado em 1982, o Cepea supriu as demandas por dados e pesquisas na área do agronegócio que, na época, procediam principalmente do setor público. Desde o princípio, Cepea e Fealq formalizaram um relacionamento que permitiu a realização de estudos e pesquisas no âmbito da Esalq com o apoio de recursos públicos, privados, nacionais e internacionais. A Fundação também contribuiu com as obras de instalação do Centro de Estudos.

Foram vários os temas solicitados por empresas e institutos que nortearam decisões e movimentaram a economia, antes mesmo da instituição oficial do Cepea. Entre eles o projeto piloto da Área Demonstrativa Canavieira, encomendado pela Planalsucar em 1977/78. Mesma época em que o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) solicitou o Estudo Nacional de Máquinas e Implementos Agrícolas. Na década de 1980 foi realizado um estudo sobre o mercado de trabalho rural no Brasil, a pedido do Ministério do Trabalho, e analisado o Perfil Econômico da Citricultura Brasileira, solicitação da Associação Brasileira das Indústrias de Sucos Cítricos, entre tantos outros.

Os recursos do Cepea, administrados pela Fealq, são aplicados na elaboração dos projetos de pesquisa, formação de recursos humanos e outros serviços técnicos, como a elaboração e manutenção de um banco de dados com informações de interesse na pesquisa agropecuária e econômica em geral. 

Coordenado pelo professor Geraldo Sant’Ana de Camargo Barros, hoje o Cepea atua em parceria com entidades não ligadas ao setor público, entre elas a Bolsa de Valores e de Futuros — BM&FBovespa e associações de representação setoriais (insumos, produtores rurais, processadoras, prestadoras de serviços). A atividade só é possível devido à dedicação de docentes da Esalq na elaboração de dados e informações que, analisados cientificamente, resultam em trabalhos tanto acadêmicos como aplicados para uso de produtores rurais e demais agentes do agronegócio. 

O Cepea estuda, ainda, questões relacionadas à sanidade dos alimentos, à segurança alimentar e aos impactos climáticos e ambientais da atividade agropecuária. Também com o apoio da Fealq, o Cepea acolhe dezenas de estagiários da Esalq e de outras faculdades, inclusive do exterior.

No campo das informações sobre o agronegócio o Cepea coleta dados sobre custos de produção e preços de insumos e produtos agropecuários, processados estatisticamente e utilizados como referência nos negócios no mercado físico para liquidação financeira de contratos.  No âmbito macroeconômico, o Cepea também calcula o PIB e o nível de emprego do agronegócio de vários estados e do Brasil.

 

Veja também

01| MODERNIZAÇÃO DA TOMATICULTURA ELEVA PRODUTIVIDADE EM 40%

01| MODERNIZAÇÃO DA TOMATICULTURA ELEVA PRODUTIVIDADE EM 40%

A modernização da tomaticultura, que começou no Brasil a partir Read More
02| Força-tarefa esalqueana mudou estado da arte da borracha

02| Força-tarefa esalqueana mudou estado da arte da borracha

Departamentos da Esalq buscaram soluções para seringais Read More
03| Estudo reúne material sobre o calcário na agricultura

03| Estudo reúne material sobre o calcário na agricultura

Fealq editou publicação com 5 volumes nos anos 80 Read More
04| Tecnologias agrozootécnicas contribuem com indústrias

04| Tecnologias agrozootécnicas contribuem com indústrias

Fealq apoia e ajuda a divulgar conhecimentos técnicos Read More
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
©2018 FEALQ. Desenvolvido por Agência Multípla